Devolutivas de Processos Seletivos

October 26, 2016

 

Quem nunca passou dias à espera de um telefonema do RH de uma empresa após ter participado de um processo seletivo?

 

São momentos angustiantes. O telefone toca e lá vem o frio na espinha, uma dor na boca do estômago, que chega a nos dar enjoo.

 

Tem aqueles que ansiedade abre o apetite, e chegam até a engordar durante essa fase, outros parecem que vivem de luz, tamanha a inapetência, infelizmente não faço parte desse segundo grupo. Porém em ambos os casos é preciso saber controlar as emoções.

 

Muitos dizem que a falta de retorno seja pior do que uma devolutiva negativa, mas será que isso é realmente verdade?

 

Qual é a sua reação diante de uma resposta negativa em um processo no qual o seu currículo não foi aprovado?

 

Será que todos estão preparados emocionalmente para a rejeição? Principalmente quando ele ocorre na primeira fase: A Triagem Curricular.

 

É fato que no mercado atual, e diante do volume de currículo recebido por e-mail aliado à urgência do nosso cliente, seja ele interno ou externo, no preenchimento da oportunidade, e da dinâmica atribulada que é a vida de um profissional de seleção, o tempo dificulta as devolutivas a todos os currículos recebidos, mas será que todos estão preparados para receber um feedback negativo sobre o seu currículo?

 

Não é o que percebo. Quando damos uma devolutiva sobre a análise curricular, alertando que não conseguimos identificar os requisitos exigidos pela vaga no currículo, alguns não aceitam tal análise, sendo até mesmo ríspidos em seus comentários, dando a entender que não fomos competentes na avaliação.

 

Alguns comentam que não sabem se seus currículos chegaram a ser realmente lidos. - Eu nem cheguei a participar da entrevista, como já fui desclassificado? Acho que nem leram o meu currículo, tenho a certeza de possuir todos os requisitos da vaga.

 

Posso garantir, pelo menos nas consultorias e empresas que atuei, que todos os currículos enviados especificamente para vagas em aberto, são lidos e analisados meticulosamente, e se o currículo não foi aprovado ou é porque o candidato realmente não possui o perfil para aquela oportunidade, ou o currículo está confuso e mal elaborado e não conseguimos identificar tais competências.

 

O nosso sucesso depende de selecionarmos perfis que se enquadrem com as expectativas de nosso cliente, e infelizmente, menos de 30% dos currículos recebidos se encaixam nelas.

 

Se os candidatos soubessem sobre a importância de um currículo bem feito, orientado para as necessidades das oportunidades, teriam mais atenção na sua elaboração. Nosso prazo de fechamento de uma vaga é apertado, temos mais de 500 currículos para serem analisados e as vezes aparecem materiais tão confusos, mal redigidos, com informações incompletas e desconexas, que acabam sendo direcionados para uma segunda análise, porém ela nunca chega a acontecer, pois a quantidade de currículos remanescentes é suficiente para encontrarmos bons candidatos.

 

Os candidatos podem até achar que tem todos os requisitos, mas somente o selecionador tem o olhar crítico de perceber isso. Logo, a devolutiva, no geral, está correta.

 

Por isso quando receber uma devolutiva negativa, pondere sobre os pontos que foram elencados, e utilize-os a seu favor nos próximos processos.

 

Conheça nossos serviços de auxílio à recolocação profissional.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Devolutivas de Processos Seletivos

October 26, 2016

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square